Buscar
  • Dr. Diogo Pazello

Você sabe quais são os Sinais e Sintomas de varizes?

Veias fininhas e roxas, veias esverdeadas, hematomas, veias grandes e tortuosas, pernas inchadas, dor, qual desses sinais e sintomas são os de varizes?



Algumas pessoas consideram varizes somente aqueles vasos calibrosos e retorcidos que formam relevos na pele. Mas as varizes pode ser invisíveis, causar poucos sintomas ou os seus sintomas serem confundido com alguma outra comorbidade.

Varizes tem causa multifatorial, ou seja, fatores combinados são responsáveis pelo seu surgimento; os principais são: herança genética, obesidade, hormônios, gravidez, ociosidade e idade (leia também: O que causa varizes? Conheça os 6 principais fatores de risco.) Por isso, se você tem alguns desses fatores de risco, fique atento aos sintomas:


Varicoses e microvasos:



Um grande número de pacientes procuram o médico vascular devido ao aparecimento de pequenos vasos na pele. As telengiectasias (popularmente conhecidas como varicoses) são microvasos superficiais com menos de 3mm de espessura, com coloração que varia de avermelhada a roxa. A quantidade varia bastante, podendo estar espalhada ou localizada em determinada região (aranha vascular). Ocasionalmente podem provocar manchas roxas (hematomas) que aparecem após pequenos traumas, causando seu rompimento e consequente sangramento superficial. Normalmente, quando isoladas, não apresenta nenhum outro sintoma além do incomodo estético. Entretanto, podem ser o primeiro sinal de um problema maior, localizado em uma região mais profunda e que ainda não se manifestou amplamente. Uma avaliação clinica mais detalhada, define se é um caso apenas estético ou varizes ainda incipientes (pouco desenvolvidas).


Varizes aparentes:



Vasos calibrosos (salientes) e tortuosos. Além do aspecto estético é comum apresentar dores e inchaço (edema). Os pacientes geralmente reclamam de cansaço ou sensação de peso nas pernas, principalmente ao final do dia. Outros sintomas são queimação nos pés, câimbras e coceira (prurido). Em casos mais avançados, ocorrem alterações de pele: como escurecimento (manchas acastanhadas, também chamadas de dermatite ocre), dermatoesclerose (pele fina e que parece estar grudada na musculatura) e úlceras. O tratamento é muito importante para evitar o agravamento dos sintomas, a progressão das varizes e a evolução para complicações (ulcera, tromboflebite superficial, trombose venosa e embolia pulmonar).


Varizes ocultas ou não visíveis:



Em alguns pacientes as varizes não são aparentes, mas os sintomas estão presentes (dor, sensação de peso e cansaço nas pernas, inchaço e as vezes até mesmo a dermatite ocre). Nestes casos existem 3 situações possíveis: 1- As varizes estão em localização mais profunda em relação a pele, principalmente devido a obesidade (coxim gorduroso mais espesso), e portanto de mais difícil visualização. 2-A pessoa tem o fator que irá desenvolver as varizes (que é o refluxo do sangue nas veias – principalmente nas safenas), mas as veias dilatadas (varizes) ainda não se desenvolveram. 3- O paciente não tem varizes nem alterações no seu sistema venoso (refluxo), e os sintomas estão relacionados com sua rotina diária (permanecer muito tempo em pé ou sentado, movimentar-se pouco durante o dia, sedentarismo ou pouca pratica de exercícios físicos e a obesidade).



Se você tem algum sintoma ou suspeita de varizes procure o seu médico vascular e faça uma avaliação. Existem diversas causas de dores em membros inferiores e varizes é apenas uma delas; somente um médico experiente e com uma formação apropriada pode diferenciar estas diversas causas, trata-las adequadamente ou encaminhar ao profissional especifico (neurologista, ortopedista, reumatologista, etc.) Quanto mais cedo descobrir e tratar suas varizes, mais rápido e simples é o tratamento.


Dr. Diogo Pazello

Especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo