Buscar
  • Dr. Diogo Pazello

3 mitos e 1 verdade sobre varizes



Depilação com cera quente pode dar varizes?

A depilação com cera quente provoca varizes devido a dilatação causada nos vasos (veias) provocado pelo calor da cera? Isso é um mito, não existe comprovação, nem base científica que confirme esse fato. Sim, é possível que haja uma vasodilatação temporária causada pelo calor, mas essa é uma reação fisiológica (natural) do nosso organismo, que não leva à dilatação permanente nem mesmo à deformação (tortuosidade) da veia.



Subir escadas dá varizes?

O ato de subir escadas pode “forçar” os vasos (veias), dilatando e causando varizes? Muito pelo contrário, subir escadas é um ótimo exercício para a panturrilha, ajudando a circulação do sangue (retorno venoso), evitando as varizes. Então se sua preocupação são as varizes opte pelas escadas sempre que possível.



Apenas mulheres tem varizes?

Mulheres tem varizes, homens tem apenas “veias” dilatadas? Mito, apesar de haver uma maior incidência nas mulheres, homens também tem varizes. Os hábitos de vida, pré-disposição genética e a idade são os principais fatores que influenciam o surgimento de varizes em homens. Nas mulheres além destes fatores citados, soma-se a influencia hormonal (estrogênio/progesterona) e a gestação.



Usar roupas apertadas pode dar varizes?

Usar roupas apertadas pode dar varizes? Qualquer fator que atrapalhe o retorno venoso (drenagem do sangue) nos membros inferiores pode causar varizes. Roupas apertadas na região do quadril, cintura e abdome inferior dificultam o retorno venoso, predispondo o aparecimento de varizes. Mas é importante lembrar: as varizes não surgirão apenas pelo fato de usar roupa apertada, isso porque as varizes tem causa multifatorial, ou seja, a associação de diversos fatores é responsável pelo seu surgimento. Leia também: “O que causa varizes? Conheça os 6 principais fatores de risco.” Também é importante lembrar, que a terapia compressiva faz parte do tratamento de varizes (uso de meias elásticas), a diferença é que nesta situação a pressão exercida é controlada (geralmente 20-30mmHg), e a compressão localizada em pontos chaves, auxiliando e não impedindo o retorno venoso.

Dr. Diogo Pazello

Especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©  2020 Clínica e Cirurgia Vascular criado por Grupo Lloret

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon